Freguesia do Ó, o patrimônio cultural da zona norte paulista

Freguesia do Ó, o patrimônio cultural da zona norte paulista

Localizada entre as zonas Norte e Oeste de São Paulo, está a tradicional Freguesia do Ó. O local se destaca pelos seus ótimos preços por metro quadrado, mas principalmente por ser um dos bairros mais antigos de SP, com mais de 430 anos!

Várias características antigas foram preservadas e a região traz uma sensação de cidade do interior!


História

A palavra freguesia vem do latim e significa “filhos da igreja”. É considerado um jeito antigo de se chamar os bairros justamente porque era muito comum que as vilas e comunidades fossem construídas ao redor de uma capela.

A história da Freguesia do Ó começa em 1580 quando Manuel Preto, um bandeirante, decide construir sua fazenda às margens do Rio Tietê. Sua casa era usada como ponto de descanso pelos viajantes que buscavam por ouro no Pico do Jaraguá.

Manuel Preto percebeu que os moradores da região precisavam ir até a Sé para assistirem às missas, então decidiu construir uma igreja dedicada à Nossa Senhora da Expectação, ou Nossa Senhora da Esperança.

O nome Freguesia do Ó está diretamente ligado à essa igreja, pois há um hino religioso, que era cantado naquela época, onde todas as suas frases começam com Ó.

Não demorou muito pra que ela ficasse conhecida como Nossa Senhora da Expectação do Ó, depois Nossa Senhora do Ó, e assim o bairro virou oficialmente a Freguesia do Ó!


Mobilidade

O sonho dos moradores da Freguesia do Ó é, com certeza, o de ter uma estação de metrô no bairro, e a realização do mesmo não está tão distante assim!

A Estação Freguesia do Ó será uma das futuras paradas da Linha 6-Laranja do Metrô de São Paulo e ficará localizada entre as estações João Paulo I, também na Freguesia, e Santa Marina, na Barra Funda.

Atualmente as obras da Linha Laranja se encontram paralisadas, porém isso não impede o fácil acesso ao bairro que se encontra perto da Marginal Tietê através da Av. Otaviano Alves de Lima.

Uma de suas principais vias é a Rua Jesuíno de Brito que passa pela área gastronômica e a liga aos principais pontos da cidade, como a Paróquia Nossa Senhora do Ó, o Largo da Matriz, entre outros!


Lazer

O bairro da Freguesia do Ó é muito conhecido e visitado pela sua história, mas a gastronomia não é deixada de lado e chama muito a atenção daqueles que por lá passam!


1. Paróquia Nossa Senhora do Ó

A primeira igreja, construída por Manuel Preto, pegou fogo em 1896 quando um sacerdote tentou botar fogo em um enxame de abelhas instalado em uma das torres.

Depois do fogo, foi construída uma nova igreja maior bem próxima ao local original, que é a atual Paróquia Nossa Senhora do Ó.

Nela são realizadas cerca de treze missas por semana, e dentro existem algumas relíquias históricas, como o documento de doação do terreno pela família real portuguesa e uma imagem de Santo Antônio de Categeró.


2. Largo da Matriz

O Largo da Matriz é o local mais famoso do bairro. A praça fica na área comercial e é cercada por bares, restaurantes e pontos de lazer que atraem visitantes.

Os festivais que acontecem na região são muito conhecidos não somente pelos moradores e geralmente estão ligados à Paróquia. A Festa do Divino, que acontece 50 dias após a Páscoa, é celebrada há quase 200 anos e mantém os mesmos costumes desde sua primeira comemoração!

Dentre os restaurantes que chamam atenção, estão a Pizzaria Bruno, que foi fundada em 1939 e até hoje reside no mesmo lugar, e o bar Frangó, muito conhecido pela sua coxinha saborosa e pelas mais diversas cervejas, que já venceram prêmios como “Melhor Carta de Cervejas” da VEJA!


3. Rosas de Ouro

Nem mesmo do carnaval a Freguesia fica de fora. Sede da Sociedade Rosas de Ouro, o bairro conta com as sete vitórias da sociedade no Carnaval de São Paulo, que é uma das escolas de samba mais antigas e conhecidas da cidade!


Mercado Imobiliário

Por ser tão perto da Marginal Tietê, as imobiliárias têm investido na Freguesia do Ó, e a futura chegada de uma estação de metrô na região intensificou as coisas!

O preço por metro quadrado não é alto, e parece ainda menor quando comprado com o preço na Lapa, que fica do outro lado do rio.

De acordo com as incorporadoras, a maioria dos clientes em busca de casas na Freguesia são moradores da zona norte, mas principalmente moradores do prórpio bairro! Por esse motivo é comum ouvir por lá que “quem está, fica”.

O bairro é majoritariamente residencial, com comércio concentrado em certas partes do mesmo, o que é uma boa pedida para aqueles que procuram tranquilidade de interior com mercado de cidade grande.

Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.

Blog Leardi - Últimas Notícias

Fique por dentro das novidades do mercado imobiliario e de franquias. Oportunidades, dicas, informação.